Tributação, combate à lavagem de dinheiro e impactos da Covid-19 no terceiro setor serão debatidos no Festival ABCR 2020

Com formato 100% online, o evento abordará as lives solidárias, o recorde histórico nas doações no país, combate à lavagem de dinheiro, além de ações focadas na Covid-19 e os impactos da pandemia no setor.

Foto de palestra ministrada por João Paulo Vergueiro e plateia cheia em Festival ABCR 2019.
O tema deste ano refere-se à atuação da ABCR no país, com trajetória de 20 anos. (crédito da imagem: divulgação)

Nos dias 29 e 30 de junho (segunda e terça), a partir das 9 horas, acontece a 12ª edição do Festival ABCR, maior conferência de captação de recursos da América Latina e uma das principais no mundo. Neste ano o tema será Ousar para Avançar. Promovida pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), o evento pretende reunir mais de 150 palestrantes nacionais e internacionais. Serão mais de 120 horas de conteúdo, volume inédito e, pela primeira vez, o Festival será realizado 100% no formato digital.

Entre os vários temas da programação do evento, destacam-se os debates sobre combate à lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo, todas no contexto do terceiro setor, além da tributação de impostos que impacta diretamente o segmento. Também serão apresentados debates focados no tamanho da generosidade dos brasileiros no atual momento de pandemia da Covid-19, por meio da presença de empresas que têm se destacado e que irão expor suas ações voltadas para a melhoria do atual cenário.

De acordo com o estudo Impacto da Covid-19 nas OSCs brasileiras: da resposta imediata à resiliência, coordenado pelas consultorias Mobiliza e Reos Partners, 73% das organizações brasileiras terá redução de recursos este ano, sendo que, desde o início da pandemia de Covid-19, houve uma queda na captação de recursos de organizações da sociedade civil e, apesar das restrições, 87% delas estão oferecendo atendimento às populações afetadas.
O Festival ABCR 2020 contempla sete plenárias, 90 sessões paralelas, três masterclasses, 15 sessões de Pré-Festival, mais de 100 palestrantes nacionais e internacionais, além de 10 Eixos Temáticos, Eixo Escola Aberta do Terceiro Setor, Sessões exclusivas Parceiros ABCR, 10 “coronacases” de captação, entre outros destaques.

Pela primeira vez, o Festival será realizado 100% no formato digital, graças às tecnologias aplicadas no desenvolvimento da iniciativa e ao aplicativo exclusivo, totalmente focado na interação dos participantes e dedicado às ações antes, durante e pós-evento, permitindo ampliação do alcance do encontro.

O Festival ABCR 2020 reunirá especialistas nacionais e internacionais, representantes de organizações e empresas, além da Mentoria Expressa, com sessões/reuniões de 45 minutos com participantes do Festival e um mentor de tema específico.

A programação do evento aborda seguintes temas: Mobilização de Muitos; Mobilização de Grandes Valores; Parcerias Empresariais; Gestão, Liderança e Estratégia organizacional; Ética, Transparência e Confiança; Comunicação e Engajamento; Cultura de Doação; Geração de Renda; Negócios de Impacto; Marco Regulatório/Parcerias Governamentais e desafios do novo contexto; e Inovação e diversificação de formas de captação no terceiro setor. Além do Eixo Escola Aberta do Terceiro Setor, Sessões exclusivas Parceiros ABCR, 10 “coronacases” de captação, entre outros temas.

Destaques da programação:

29 de junho
9h00: Abertura do Festival ABCR 2020
09h30: Palestra de Abertura – A inspiração que move o Terceiro Setor, com o David Hertz, chef e empreendedor social, que em 2016 fundou a Gastromotiva, organização que promove a gastronomia social.
15h – Palestra Inovação Pós-COVID: um bate-papo com Marcelo Iniarra, especialista internacional em digital e inovação e CEO da Marcelo Iniarra; e Flávia Lang Revkolevsky, diretora geral da Pitanga.Mob. O debate será sobre a transformação digital que já estava ocorrendo e agora está mais rápida, com foco no que está acontecendo ao redor do mundo e como utilizar o poder das pessoas, a inovação e a comunicação para desenvolver o seu programa de captação de recursos.
16h – Plenária 2 – Nunca doamos tanto em tão pouco tempo no Brasil – os números da doação. A sessão debaterá sobre as doações durante o período do coronavírus. O Monitor das Doações COVID 19 , da ABCR, mostra mais R﹩ 5 bilhões e 600 milhões doados, um recorde em mobilização para uma única causa. Qual o impacto desse movimento? Como fazer a generosidade continuar depois da pandemia? Palestrantes: Edu Lyra, escritor e fundador da Gerando Falcões; Ana Carolina M. B. Matarazzo, diretora-executiva do Movimento Bem Maior; Joana Lee Ribeiro Mortari, diretora da Associação Acorde; e do Michel Freller; vice-presidente do Conselho Deliberativo da ABCR ABCR e CEO da Criando.
18h: Plenária 3 – O olhar de quem está investindo, encerra o primeiro dia do evento e conta com três investidores sociais, familiares e corporativos, com abordagem para entender o olhar de quem está doando, tanto durante a pandemia como em momentos de normalidade. Participam: Marcia Kalvon Woods, presidente do Conselho Deliberativo da ABCR; Renata Cavalcanti Biselli, gerente de Desenvolvimento Social do Banco Santander; Rodrigo Paipponzi, diretor executivo da Editora Mol; e José luiz Egydio, presidente da Fundação Jose Luiz Egydio Setúbal.

30 de Junho
9h – Início
Alguns destaques da programação do segundo dia do Festival ABCR:
10h – Palestra: Captação de Recursos em tempos de Covid-19, com Vivian Fasca, diretora de Captação do Greenpeace. A experiência do Greenpeace Brasil se reinventando durante a quarentena para continuar na busca por doadores e recursos para financiar as atividades da organização.
11h – Plenária 4 – ITCMD: acabando com o imposto sobre doações – Por que é tão importante acabar com o imposto sobre doações filantrópicas? O debate será sobre o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD) e a proposta de emenda constitucional, apresentado pela senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP), que tem como objetivo garantir que esse imposto não seja cobrado nunca mais das organizações. Palestrantes: Andrea Peçanha, conselheira da ABCR; e Aline Viotto, coordenadora de Advocacy do Grupo de Institutos, Fundações e Empresas – GIFE.
13h30 – Plenária 5 – A explosão das Lives Solidárias – Quase todo dia tem live musical, e quase todas promovem a doação para alguma causa ou instituição, sendo que mais de 16 milhões já foram doados a partir das lives. O debate traz quem tá na linha de frente dessa iniciativa. Palestrantes: Ana Flavia Godoi, especialista em Desenvolvimento Institucional da AFG Consultoria; Túlio Goldemberg, gestor de Marketing e Eventos do Instituto do Câncer Infantil do Agreste (ICIA); e Isabella Vieira, gerente de Trade Marketing do Ame Digital.
14h30 – Sessão Filantropia Comunitária em Tempos de Covid-19 – A partir de frentes de ação importantes durante o enfrentamento da Covid-19 acionadas pela filantropia comunitária, como a mobilização de recursos locais, desenho e implementação de fundos emergenciais e produção de informação e conhecimento, a seção apresentará características comuns da atuação dos membros da Rede, procurando evidenciar a rapidez de resposta, o alcance de suas ações, o modelo de atuação e sua importância em situações de emergência como a que estamos vivendo. Palestrantes: Allyne Andrade, superintendente adjunta do Fundo Brasil de Direitos Humanos; Graciela Hopstein, coordenadora Executiva da Rede de Filantropia para a Justiça Social; Selma Moreira, diretora executiva do Baobá – Fundo para Equidade Racial; e Roberto Vilela de Moura Silva, diretor executivo da Tabôa Fortalecimento Comunitário.
15h30 – Plenária 6 – O Dinheiro do Terceiro Setor: combatendo fraudes e garantindo acesso a recursos. Esse debate é fundamental: o que as organizações estão fazendo para garantir que as fraudes, cometidas por pessoas que não são comprometidas com o setor, não afetem as doações para as instituições sérias e dedicadas. Abordagem sobre a GAFI/FATF, organização que fiscaliza e regulamenta globalmente as medidas dos governos para combater lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo. Palestrantes: Gustavo Huppes, assessor de Advocacy Internacional da Conectas Direitos Humanos; Fernanda Mioto, gerente Administrativa e Financeira da Conectas Direitos Humanos; João Paulo Vergueiro, diretor executivo da ABCR; e Laís de Figueirêdo Lopes, Advogada Sócia do SBSA Advogados.

A programação completa está disponível em: http://festivalabcr.org.br/programacao-completa/