Residência hacker em SP busca colaboradores

Os interessados em desenvolver projetos no Red Bull Basement podem se inscrever até 03 de agosto.

estacao-hacker
Cada colaborador receberá uma remuneração mensal de R$ 600 e deverá trabalhar pelo menos duas vezes por semana. (crédito da imagem: divulgação)

A 4ª edição do Red Bull Basement contará com a participação de cinco projetos de várias partes do país a fim de solucionar questões urgentes da sociedade por meio da tecnologia. Cada um deles contará com a ajuda de um colaborador no processo de desenvolvimento durante o período de residência (entre julho e setembro), que será escolhido por meio de um Chamado Aberto. Os interessados podem se inscrever até 03 de agosto.

É interessante se atentar que somente é possível se candidatar a um único projeto. O resultado da seleção, que será realizada pelos próprios residentes com apoio da equipe da Residência Hacker, será divulgado no dia 13 de agosto, nos canais: www.redbull.com/br-pt/projects/red-bull-basement e www.redbullstation.com.br

Cada colaborador receberá uma remuneração mensal de R$ 600 e deverá trabalhar pelo menos duas vezes por semana, sob pena de desclassificação. Durante todo o período da Residência Hacker, é preciso estar na cidade de São Paulo – despesas com moradia e deslocamento ficam por conta do selecionado.

O Red Bull Basement é um espaço de produção, pesquisa e difusão de projetos que exploram formas colaborativas de experimentação com mídias digitais. Tem como objetivo desenvolver a colaboração e a troca entre pessoas e coletivos com diferentes perfis: programadores, hackers, desenvolvedores de software e makers. Uma vez por ano, o programa seleciona projetos que solucionem problemas da sociedade, oferecendo espaço adequado com orientação de especialistas por dois meses.

Acesse aqui: https://goo.gl/jWcZom

COMPARTILHAR