Rede Não Bata, Eduque mobiliza crianças, adolescentes e jovens em concurso cultural

nao bata_internaCombater a violência doméstica e interpessoal contra crianças é uma responsabilidade de todos. No entanto, o concurso cultural da Rede Não Bata, Eduque pretende explorar novas estratégias a partir da visão das próprias possíveis vítimas. Crianças (de 6 a 11 anos), adolescentes (de 12 a 17) e jovens (18 a 29 anos incompletos) poderão elaborar propostas e ideias dentro do tema Bater e Humilhar não é legal por meio de pintura, colagem, desenho, fotografia, meme, vídeo ou animação. O prazo para inscrições vai até 11 de setembro.

Os participantes devem estar matriculados em escolas públicas, particulares ou terem concluído o ensino médio; ser residentes no território brasileiro; podem se inscrever individualmente ou em grupo e precisam de autorização dos responsáveis. O formulário de autorização e outras informações podem ser consultadas no regulamento do concurso.

Os melhores trabalhos serão premiados com celulares, tablets e câmeras semi-profissionais. Além disso, serão encaminhados para uma mostra/exposição para o público em geral, no Memorial Getúlio Vargas, a partir da parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Além disso, a Rede ‘Não Bata, Eduque’ divulgará o conteúdo produzido no concurso cultural nos meios de comunicação e disseminação utilizados para divulgar sua campanha nacional (site, redes sociais, boletins, palestras, seminários e outros meios).

O objetivo é discutir a banalização e aceitação dos castigos físicos e humilhantes contra crianças e adolescentes, partindo da mobilização de crianças, adolescentes e jovens na discussão sobre formas não violentas de educação e cuidado.

Serviço:

Acesse aqu o regulamento do concurso cultural: http://goo.gl/LvKqAS

COMPARTILHAR