R$1 bilhão no combate contra coronavírus

Itaú Unibanco anuncia essa doação com equipe formada por sete especialistas na área da saúde, que será responsável pela gestão e aplicação dos recursos.

O Itaú Unibanco anuncia a criação da iniciativa Todos pela Saúde, com o objetivo do combate ao coronavírus e seus efeitos sobre a sociedade brasileira. O banco direcionará R$ 1 bilhão para financiar as atividades da Todos pela Saúde.

Os recursos serão administrados por um grupo de especialistas liderado pelo médico Paulo Chapchap, doutor em clínica cirúrgica pela Universidade de São Paulo e diretor-geral do Hospital Sírio Libanês. Essa equipe definirá as ações a serem financiadas, de forma que as decisões estratégicas sejam respaldadas por premissas técnicas e científicas.

O grupo é formado pelo médico, cientista e escritor Drauzio Varella; o ex-presidente da Anvisa Gonzalo Vecina Neto; o ex-diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde (ANS) Maurício Ceschin; o consultor do Conselho dos Secretários de Saúde (CONASS) Eugênio Vilaça Mendes; o presidente do Hospital Albert Einstein, Sidney Klajner; e o presidente do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), instituição ligada à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Pedro Barbosa.

A atuação dessa iniciativa terá quatro eixos: 1) informar – campanha de incentivo ao uso de máscaras pela população, orientação da população para higiene das mãos e etiqueta da tosse e valorização das iniciativas de solidariedade da sociedade civil; 2) proteger – disponibilização de equipamentos de proteção individual e testagem para profissionais de saúde e testagem populacional para orientar ações de saúde pública; 3) cuidar – apoio aos gestores públicos estaduais e de grandes municípios na estruturação de gabinetes de crise, capacitação e apoio aos profissionais de saúde em melhores práticas, protocolos e terapêuticas, uso de telemedicina para monitoramento de casos e apoio aos profissionais de saúde, ampliação da capacidade e eficiência em estruturas hospitalares referenciadas, e compra e distribuição de insumos estratégicos, além da mobilização de equipamentos e recursos humanos; e 4) retomar – colaboração para o desenvolvimento de estratégias para retorno mais seguro às atividades sociais; e programas de monitoramento da população com risco elevado.

O investimento total da empresa, até então, era de cerca de R$ 250 milhões. Parte desses recursos (R$ 150 milhões) está sendo aplicada por meio da Fundação Itaú para a Educação e Cultura e do Instituto Unibanco.

Os investimentos têm sido direcionados a diferentes projetos de melhoria da infraestrutura hospitalar do país, além da produção e aquisição de testes, máscaras de proteção, equipamentos de saúde e kits de higiene e de alimentos.

Entre os projetos que já receberam aportes estão: o Hospital Fiocruz no Rio de Janeiro, o Hospital Municipal Moyses Deutsch, no bairro do M’Boi Mirim em São Paulo, e o Fundo Emergencial Saúde SP, para equipar os hospitais de campanha no Pacaembu e no Anhembi. Também foram adquiridos 190 respiradores, 800 mil máscaras, mais de sete mil quilos de álcool em gel e cestas com itens de alimentação e higiene para mais de 80 mil famílias.

Sidney Klajner, presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, comentou que o grupo está reunido há oito dias diariamente para discutir formas de como contribuir com essa causa e buscar soluções práticas.

Candido Botelho Bracher, presidente do Banco Itaú Unibanco, afirma que o setor financeiro irá mudar após essa crise com a pandemia do Covid-19. “Quanto mais tempo demora para ser solucionado, mais fragilidade ficará a economia. Vai forçar todos os agentes financeiros para reverem sua forma como apoiarem a economia”.

“Viver nessa desigualdade social tem um preço alto e vamos ter que pagar”, alerta Drauzio Varela, que ressaltou a atual situação socioeconômica do país e que essas divergências não contribuem para detectar o novo coronavírus e ajudar as pessoas em diferentes localidades. O médico conclui: “Não podemos ter tanta gente pobre, que depois de dois e três dias passam fome por estarem em isolamento social”.

Acesse aqui para conhecer a iniciativa no site https://bit.ly/39ZmUzC