Quer ajudar catadores para uma renda mínima?

Esses recursos serão destinados exclusivamente aos catadores autônomos cadastrados no aplicativo Cataki, criado pela Pimp My Carroca.

Foto com catador e abaixo texto: Renda Mínima para catadores e no canto inferior direito logo do app Cataki.
A ideia da iniciativa é proteger estes trabalhadores durante esse período. (crédito da imagem: divulgação)

São cerca de três mil catadores cadastrados na plataforma Cataki, da ONG Pimp My Carroca. Para ajudar esses profissionais que circulam pelas ruas atrás de materiais recicláveis e ficam expostos ao coronavírus, Pimp My Carroca lança campanha de financiamento coletivo para garantir uma renda mínima para que eles fiquem em casa neste período, evitando o risco de contaminação e transmissão desse vírus.

A renda mínima será destinada exclusivamente aos catadores autônomos cadastrados no Cataki e o recurso total atingido será dividido igualmente.

A meta é alta: valor estimado de R$ 69.152. Esse valor é suficiente somente para um determinado período. Como o cenário é incerto, a campanha pode se repetir mais vezes até que tudo se normalize. Quanto mais alto a quantia da coleta mais tempo esses catadores poderão ficar seguros.

As recompensas para quem doar são obras de artistas parceiros do Pimp My Carroça, além das obras que tradicionalmente são disponibilizadas nas campanhas.

Lançado em 2017, o app conecta diretamente o gerador de resíduos e o catador de materiais recicláveis. Adaptou seu objetivo por conta do coronavírus: os usuários do Cataki utilizam a plataforma não para solicitar coletas de reciclagem, mas sim para realizar doações de dinheiro, kits de higiene e alimentos aos catadores.

Conheça a campanha e contribua: https://bit.ly/3dDy0x7