Programa recebe inscrições de organizações de educação integral

Iniciativa direciona-se para instituições com percurso formativo e as selecionadas podem receber até R$ 100 mil.

Foto de crianças sentadas brincando e pintadas de tinta no rosto.
O edital é destinado a organizações da sociedade civil com mais de um ano de atuação em educação integral. (crédito da imagem: divulgação)

Promover a formação e fomento financeiro às organizações da sociedade civil (OSCs) que atuam e contribuem para a educação integral e inclusiva de crianças e adolescentes é um dos objetivos do novo Programa Itaú Social UNICEF, que está com as inscrições abertas até 21 de agosto.

Após concluírem o percurso formativo, serão selecionadas 40 instituições para receberem até R$ 100 mil para implementação de um plano de intervenção. O investimento total previsto para esta edição é de R$ 4 milhões.

O Programa é criado a partir das experiências e conquistas do Prêmio Itaú-UNICEF, que há 25 anos reconhece projetos de educação integral no país. A transformação tem o propósito de incentivar as organizações da sociedade civil a ampliarem seu protagonismo e compromisso com seus territórios de atuação.

A seleção das 40 organizações terá como um dos principais critérios a vulnerabilidade socioeconômica e educacional dos municípios em que as OSCs atuam. Além disso, 80% das vagas serão oferecidas prioritariamente às regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, em que tradicionalmente há menor incidência de apoios.

Esta iniciativa é promovida pelo Itaú Social e UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC Educação). Está aberto para OSCs com pelo menos um ano de atuação no país e que trabalhem na perspectiva da educação integral e inclusiva, com ações diretas para e com crianças e adolescentes.

As escolas, que antes concorriam ao prêmio, não podem mais se inscrever diretamente, mas podem ser parceiras territoriais das organizações, para integrar o processo de elaboração e acompanhamento do plano de intervenção.

Outra mudança importante do processo é que as OSCs não precisam mais submeter um projeto para a inscrição no Programa. Mas é determinante que estejam preparadas para participar do percurso formativo a distância com duração de três meses.

As organizações da sociedade civil têm um papel fundamental na oferta de atividades de educação integral, conceito que compreende o desenvolvimento pleno do indivíduo, em suas múltiplas dimensões (intelectual, afetiva, ética, social e física).

Mais informações: programaitausocialunicef.cenpec.org.br