Programa Ecomudança busca projetos para reduzir emissões de GEE

Programa Ecomudança lança edital 2019 para beneficiar ações de energia renovável, manejo de resíduos, florestas e agricultura sustentável.

Programa-Ecomudanca-2019-Reduzida
O edital do Programa Ecomudança 2019 também prevê linha de apoio a organizações. (crédito da imagem: divulgação)

Entidades sem fins lucrativos, como organizações sociais, fundações, cooperativas e associações, inclusive aquelas que atuam como movimentos sociais, com propostas de redução de emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE) podem concorrer ao edital 11ª edição 2019 do Programa Ecomudança, promovido pelo Itaú Unibanco. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até dia 24 de maio.

O valor do apoio financeiro que concedido aos projetos vencedores será de até R$ 100 mil. Esse valor é originado dos fundos de renda fixa Ecomudança Itaú, que destinam 30% da taxa de administração ao Programa. O objetivo é oferecer aos clientes do banco a oportunidade de investir seu capital em algo que proporcione um benefício adicional ao retorno financeiro, como os projetos socioambientais com impacto positivo nas regiões em que atuam.

O programa busca projetos capazes de reduzir as emissões de gases de efeito estufa nas categorias de energia renovável, manejo de resíduos, florestas e agricultura sustentável, priorizando iniciativas com potencial de gerar renda para os envolvidos, com alto potencial de replicabilidade e que estejam relacionadas à redução de gases de efeito estufa. O uso do recurso financeiro deve ser detalhado na inscrição e as instituições já contempladas em anos anteriores também podem participar da edição 2019, desde que inscrevam um novo projeto, ou ampliem o que já foi beneficiado.

Nesta edição, também prevê a linha de apoio a organizações. O objetivo é gerar escala ao impacto do programa, por meio do apoio a empreendimentos com vocação em se tornar negócio, com impactos socioambiental e econômico positivos na sua região.

A coordenação técnica do processo de seleção será feita pelo Instituto Ekos Brasil, entidade sem fins lucrativos que atua na promoção do desenvolvimento sustentável e terá a supervisão do Itaú Unibanco. As visitas técnicas aos projetos semifinalistas vão acontecer entre julho e agosto e o anúncio dos selecionados será feito até o final do ano.

A iniciativa vai ao encontro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da ONU – em especial o de número 13: visa combater as mudanças climáticas.

Confira aqui: https://ecomudanca.ekos.social/

*Notícia atualizada no dia 21 de maio de 2019.

COMPARTILHAR