Plataforma on-line apresenta modelo de negócio a favor do consumo consciente e da economia colaborativa

zig_capa-2Um grupo de amigos decide deixar o mercado de trabalho para investir em algo novo. É assim que surge a ZigZagZen, uma plataforma de marketplace que vende produtos usados em bom estado e produtos novos de pequenos lojistas, designers e artistas que não querem ou não podem arcar com despesas de uma estrutura física.

O site foi desenvolvido dentro do conceito de Economia Colaborativa. Ou seja, ganha quem vende e ganha a sociedade, uma vez que parte do lucro é revertido para programas sociais. O slogan do site reforça esse conceito: compre, venda e faça o bem. “No momento, estamos apoiando a campanha Cidades Sem Fome. A iniciativa foi escolhida pelo trabalho e pela sua contribuição para uma sociedade justa e participativa. O projeto tem hortas comunitárias em terrenos baldios na Zona Leste de São Paulo e em escolas públicas. Treinam e empregam famílias em situação vulnerável, que por sua vez cultivam alimentos orgânicos saudáveis para toda a comunidade”, conta a sócia Loudes Scalabrin.

O site não cobra pelos anúncios. A taxa administrativa é cobrada somente após a conclusão da venda. Dentro dela estão inclusos: custos com meio de pagamento, divulgação e marketing. “É importante frisar que o percentual destinado aos projetos sociais são sobre a taxa, e não sobre a venda.  O vendedor receberá o equivalente a 80% do valor total da venda”, explica Lourdes.

Marca_ZigZag_ZenEm países como Estados Unidos, comprar produtos usados faz parte da cultura. No Brasil, isso tem ficado popular com a chegada de brechós on-line com produtos de qualidade e sistemas de pagamento que garantem a confidencialidade e segurança da transação. Esses novos comércios estão derrubando a resistência em adquirir itens usados.

Lourdes conta também que a plataforma, hoje, já teve mais de 15 mil acessos. “A resposta do público tem sido muito positiva!  O apelo sobre o consumo consciente, sustentabilidade e renovação tem tido uma repercussão muito bem aceita. Estudos apontam que com o crescimento de usuários conscientes, a procura por sites com engajamentos sociais, ecológicos e com campanhas de conscientização terão mais sucesso”.

Para mais informações, acesse: www.zigzagzen.com.br


Crédito do texto: Da Redação
Data da publicação: 02/12/2016

COMPARTILHAR