Plataforma oferece formação e conteúdos sobre gestão de cidades

Portal Capacidadesultnot-interna-projcapacidades, criado pelo Ministério das Cidades, disponibiliza ferramentas de capacitação, estudos e experiências sobre o desenvolvimento e gestão das cidades, a fim de qualificar técnicos, gestores e agentes sociais dos municípios, estados, Distrito Federal e de instituições responsáveis pela elaboração, implementação e avaliação da política urbana, buscando melhorar a gestão e o planejamento urbano.

As principais ferramentas do portal são: banco de experiências, em que permite o compartilhamento de experiências entre municípios sobre a implementação de instrumentos de política urbana, além de permitir a consulta a casos de sucesso; dicionário do desenvolvimento urbano: esclarece os termos e expressões mais utilizados pelo Ministério das Cidades; videoteca: apresenta conteúdos como crescimento e periferização, custo de vida nas cidades, planejamento de crescimento urbano, entre outros; biblioteca: com mais de 100 estudos e publicações recentes sobre gestão urbana.

Para ter acesso ao portal basta realizar o cadastro. Com o perfil de usuário é possível fazer download das publicações, assistir aos vídeos, realizar pesquisas e consultas ao dicionário, cadastrar experiências, receber o boletim periódico com informações atualizadas e consultar a agenda de atividades. O cadastro também facilita a inscrição em seminários, oficinas, cursos on-line, fóruns de debate, chats com especialistas e outros eventos.

Também está disponível o aplicativo Capacidades, compatível com os sistemas Android e IOS, e que permite aos usuários o acompanhamento de notícias, inscrições de cursos do Portal Capacidades e consulta ao Dicionário do Desenvolvimento Urbano. O aplicativo está disponível gratuitamente na loja virtual da Google play e Apple Store.

Serviço:

Contato com Portal Capacidades: capacidades@cidades.gov.br
Para dúvidas sobre o acesso à plataforma de educação a distância: ead.capacidade@cidades.gov.br


Texto: Da redação, com informações do BID Brasil
Data original de publicação: 29/10/2015