Consulta quer saber como a pandemia impacta jovens

Conjuve e parceiros lançam segunda onda de consulta Juventudes e a Pandemia do Covid-19, que ficará disponível até 05 de abril.

Ilustração com três jovens caminhando com máscaras e texto central: Juventude e Pandemia do Coronavírus Edição 2 - bit.ly/juventudesepandemia2
Jovens vão responder sobre saúde, educação, trabalho e renda e expectativas para o futuro. (crédito da imagem: divulgação)

Para entender a crise sanitária na visão dos jovens, como afeta e de que forma eles podem ser apoiados nesse momento, uma nova pesquisa Juventudes e a Pandemia do Coronavírus (Covid-19) é lançada e quer participação dos jovens de 15 a 29 anos de todo o país para responder o questionário on-line até dia 05 de abril disponível no seguinte link: bit.ly/juventudesepandemia2

Promovida pelo Conselho Nacional da Juventude (CONJUVE), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, a UNESCO, a Rede Conhecimento Social, a Visão Mundial, o Mapa Educação, o Em Movimento e o Porvir, a primeira edição da pesquisa foi realizada em maio de 2020 e ouviu 33.688 jovens. Nesse período, seus resultados mostraram que a pandemia afetava diferentes aspectos da vida dos jovens, como perda de trabalho e renda, dificuldade para estudar em casa e elevado nível de estresse. Os dados foram amplamente divulgados e usados por organizações e profissionais comprometidos em apoiar o desenvolvimento das juventudes, bem como para pautar e influenciar a ação de tomadores de decisão.

Essa segunda onda de mobilização pretende atualizar as percepções das juventudes sobre a crise e trazer dados que ajudem a evitar sequelas graves para a maior geração de jovens da história do país. Nela, os jovens terão a oportunidade de relatar suas experiências e seus sentimentos em relação a saúde e bem-estar; educação e aprendizado; trabalho e renda; e vida pública e expectativas. Também devem responder algumas informações sobre sua origem e perfil socioeconômico, mas não precisam se identificar. Com 70 perguntas como: Quando estiver disponível para a sua faixa de idade, você pretende tomar a vacina contraCOVID-19? e Pensando em perspectivas de futuro para o mundo do trabalho, quais são as duas ações prioritárias para instituições públicas e privadas ajudarem jovens a lidar com efeitos da pandemia?, a pesquisa leva aproximadamente 30 minutos para ser completada.

Os temas e as questões do questionário foram propostos por um grupo de 10 jovens que participaram de oficinas utilizando a metodologia PerguntAção, coordenadas pela Rede Conhecimento Social, uma das organizações parceiras da iniciativa.

O lançamento dos dados será realizado no festival de lançamento do Atlas das Juventudes, em maio. O Atlas das Juventudes é uma pesquisa nacional, coordenada pelo Em Movimento e pelo Pacto das Juventudes pelos ODS que tem como objetivo produzir, sistematizar e disseminar dados sobre as diferentes juventudes do Brasil.

Instituído pela Lei nº 11.129/2005 e regulamentado pelo Decreto nº 10.069/2019, o CONJUVE reúne algumas das principais organizações juvenis do país. Entre as suas atribuições, está a de formular e propor diretrizes da ação governamental voltadas à promoção de políticas públicas de juventude, desenvolver estudos e pesquisas sobre a realidade socioeconômica dos jovens, articular, engajar e mobilizar redes e organizações juvenis e promover o intercâmbio entre as organizações juvenis nacionais e internacionais. O CONJUVE é a plataforma oficial de representação juvenil do Brasil, sua atuação foi determinante para a concretização de marcos históricos como a aprovação do Estatuto da Juventude, o Decreto que instituiu o Sistema Nacional da Juventude e ainda cumpre o importante papel de coordenar a Conferência Nacional de Juventude, que mobiliza mais de 600.000 jovens de todo o país e busca reunir as propostas para a construção do Plano Nacional da Juventude.