OPAS e governo do Estado de SP premiam jovens que criarem aplicativos sobre serviços de saúde

Utilizar aplicativos mobile para aproximar os adolescentes dos serviços públicos de saúde e premiar as melhores ideias com viagens e smartphones. Este é o objetivo do 1º Prêmio Aplicativo Saúde Adolescente, iniciativa da Organização Pan Americana da Saúde (OPAS) e da Secretaria Estadual da Saúde do Estado de São Paulo, e executado pelo CIEDS (Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável).

Os participantes devem desenvolver aplicativos que abordem temas importantes para a saúde do adolescente como prevenção de DSTs, gestação e início da vida sexual. Para participar é preciso ter de 10 a 19 anos e residir no estado de São Paulo. “Os aplicativos serão avaliados por uma equipe técnica e por júri popular, e os melhores serão premiados com smartphones. O autor do melhor aplicativo receberá uma viagem para os EUA com tudo pago para participar da Conferência Youth Health, e outra para um Congresso no Rio de Janeiro”, revela Sérgio Rosenhek, coordenador executivo do CIEDS.

Segundo Guto Vitoy, consultor da OPAS, o Prêmio surgiu da necessidade de melhorar as formas de comunicação com jovens e adolescentes, tornando as mensagens de saúde atraentes a este público. “A principal expectativa é que se reduzam as distâncias entre os serviços e as equipes de saúde com os adolescentes e jovens, fazendo com que as informações cheguem nos usuários com qualidade e assertividade”, conta.

*Confira aqui notícia na íntegra no site da Agência Jovem de Notícias.

Serviço:

As inscrições devem ser feitas pelo site do Prêmio: http://www.aplicativosaudeadolescente.com.br/