ONU reconhece práticas inclusivas do Senac São Paulo

Premiação reforça sucesso das ações de empregabilidade para trabalhadores com deficiência promovidas pela instituição.

andrezza-mario-senac-ONU-Reduzida
Andreza e Mário, responsáveis pelo projeto institucional e representantes do Senac na cerimônia. (crédito da imagem: divulgação)

O Senac São Paulo recebeu, pela segunda vez seguida, o prêmio Reconhecimento Global Boas Práticas de Empregabilidade para Trabalhadores com Deficiência, promovido pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de São Paulo (SEDPcD) e pelo Centro de Tecnologia e Inovação (CTI) em parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU). A cerimônia ocorreu em 3 de dezembro, na sede da ONU, localizada em Nova York (EUA), e marcou o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.

A instituição foi contemplada na categoria Gestão pelas ações realizadas no Programa de Inclusão e Diversidade, criado em 2002 para garantir a contratação de pessoas com deficiência, a orientação e sensibilização de todos os funcionários e o fornecimento de recursos para a eliminação de barreiras para que os profissionais com deficiência possam desempenhar plenamente seu trabalho no Senac.

Para Luiz Francisco de A. Salgado, Diretor Regional do Senac São Paulo, a premiação coloca a instituição entre as empresas mais inclusivas no cenário mundial. “É um reconhecimento dos esforços do Senac durante os últimos 16 anos na promoção de uma cultura de valorização da diversidade e inclusão. Entendemos que a instituição passa a ser uma referência nacional e internacional no que tange a promoção da cultura de inclusão, reforçando os nossos valores educacionais, bem como o nosso compromisso com a construção de cenários sociais mais justos”, afirma Salgado.

O processo de avaliação das empresas considerou elementos como acessibilidade, cultura organizacional, recrutamento e seleção, gestão, e protagonismo, considerado como um dos pontos altos do programa por Andreza Matsumoto e Mario Valle, responsáveis pelo projeto institucional e que representaram o Senac na cerimônia.

“O Senac promove ações em todas essas dimensões, com destaque para o protagonismo, tendo em vista a amplitude e o impacto da sua atuação em projetos de mobilização de funcionários, alunos e comunidade”, diz Andreza.

O programa já havia sido reconhecido na primeira edição do prêmio, em 2016, quando ainda se chamava Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência.
“Nesse período, investimos no teste de novas tecnologias assistivas, na ampliação do número de atendimentos, ações de treinamento e formação de multiplicadores, assim como na ampliação do escopo de trabalho do programa, que passou a se chamar Programa de Inclusão e Diversidade. Com esse novo posicionamento, o programa amplia os seus desafios e passa a oferecer uma programação estendida que considera outros públicos socialmente desfavorecidos”, finaliza Mario.

Conheça aqui melhor essa iniciativa: https://goo.gl/weZjQ5

Texto feito originalmente pela equipe de produção da comunicação da Gerência de Comunicação e Relações Institucionais do Senac São Paulo.*