Mães da Favela, programa da CUFA, recebe doações da Semana Santander

Iniciativa do banco beneficia 20 mil mulheres e atinge valor total de R$ 7,2 milhões em doações.

Foto de mulher recebendo em sua casa cartão de crédito de homem da Cufa em periferia.
A intenção do projeto é oferecer mais autonomia para as mulheres gerenciarem o dinheiro de forma simples e segura. (crédito da imagem: divulgação)

Santander e a Central Única de Favelas (Cufa) organizaram uma virada social para arrecadar recursos ao programa Mães da Favela e ser revertido em cestas básicas. Essa mobilização conseguiu coletar R$ 7,2 milhões na Semana Santander, impactando 20 mil mulheres. A fintech do Santander, a Superdigital, abre contas digitais para essas mulheres usarem esses benefícios como tanto precisam e elas podem movimentar essa verba por aplicativo ou com o uso de um cartão pré-pago.

Na Grande São Paulo, a Superdigital iniciou a abertura destas contas a três mil mulheres de nove comunidades. A Cufa está distribuindo os cartões já com o crédito da primeira de duas parcelas de R$ 120,00, referentes a duas cestas básicas.

A ideia central é incluí-las no sistema financeiro, proporcionando mais autonomia para a gestão do dinheiro. Ao menos uma comunidade por Estado foi escolhida para essa ação. Os recursos poderão ser utilizados para fazer compras em qualquer estabelecimento (físico ou digital) com o cartão, pagar boletos bancários, ou até mesmo sacar os recursos em caixas eletrônicos da Rede 24 horas, sem a cobrança de taxas.

As mães cadastradas no projeto não precisam ir ao banco, já que a movimentação bancária será feita pelo aplicativo no celular. Elas terão acesso ao conteúdo do Blog Superdigital, que oferece dicas sobre educação financeira – como ganhar dinheiro extra, como montar o seu negócio online, entre outros temas.