Quer contribuir para a construção da Casa Marielle?

A ideia é criar espaços de resistência para população negra, LGBT+ e periférica em todo país.

Ilustração com rosto de Marielle Franco, mulher negra, do lado direito. Lado esquerdo, a caixa de texto:Instituto Marielle Franco.
A campanha falta 15 dias para ser encerrada. (crédito da imagem: divulgação)

Criado para preservar a memória de Marielle Franco, o Instituto Marielle Franco lança campanha de financiamento coletivo para criar espaços de resistência para a população negra, LGBT+ e periférica em todo Brasil. Uma das metas é formar líderes que continuem as causas de luta da militante brasileira defensora de direitos das mulheres negras.

No próximo mês, completa dois anos da morte da vereadora carioca, conhecida por defender o feminismo, os direitos humanos e criticava a intervenção federal no Rio de Janeiro e a Polícia Militar, denunciando vários casos de abuso de autoridade dos policiais contra moradores das comunidades.

A ideia central dessa campanha é realizar os sonhos da vereadora. As doações podem ser feitas a partir de R$ 20 no site da organização e irão contribuir com a estruturação da entidade, como a construção da Casa Marielle, um espaço de articulação cultural para coletivos e movimentos que pautem a negritude e direitos humanos, um circuito de lançamento do Instituto pelo país, a criação de uma metodologia educacional para criar a Escola Marielles e de um Centro de Memória e Ancestralidade para as lutas de Marielle e do povo negro.

A Casa Marielle pretende ser um espaço para receber coletivos e movimentos que atuem em pautas de raça e direitos humanos, ações e discussões, shows, encontros, lançamentos de produções de literatura de mulheres negras. A segunda meta é destinada para a construção da Escola Marielles, que irá reunir os quatro pilares do Instituto: memória, regar as sementes, preservar o legado e lutar por justiça.

Acesse aqui para contribuir com a campanha: https://bit.ly/31Uwnpn