Edital direciona R$ 1,2 milhão a ONGs de saúde

RaiaDrogasil lança edital a organizações da sociedade civil com foco em saúde em todo país.

edital-Cuidar+reduzida
Os candidatos terão que apresentar um plano de aplicação dos recursos. (crédito da imagem: divulgação)

As organizações com atuação em saúde de todo Brasil podem se inscrever ao Edital Cuidar+, promovido pela RaiaDrogasil (RD) e da Editora MOL, com inscrições até 04 de junho. A iniciativa vai direcionar cerca de R$ 1,2 milhão para até 10 instituições.

O objetivo é beneficiar quem trabalha para ampliar o acesso gratuito a diagnóstico, tratamento e reabilitação em saúde no país, das mais diversas localidades e especialidades. Os recursos do Edital Cuidar+ virão da venda da revista Sorria na rede Droga Raia, uma publicação social criada e produzida pela Editora MOL que, em 10 anos, já destinou mais de R$ 19 milhões para ONGs dos setores de saúde e educação.

A parceria da RaiaDrogasil S. A. e da Editora MOL já de uma década no projeto da revista Sorria – produzida pela MOL e comercializada pela rede de farmácias Droga Raia. Os recursos direcionados ao edital representam 50% da renda líquida gerada pela Sorria em um ano.

Para participar, é preciso acessar, a partir de 16 de abril de 2018, o site www.editalcuidarmais.prosas.com.br e preencher um formulário de inscrição. Serão exigidos apresentação de documentos, informações sobre o trabalho da instituição e um plano detalhado de utilização dos recursos. Apesar da exigência de uma proposta objetiva de investimento dos aportes direcionados às ONGs, a intenção do edital é fortalecer estruturalmente as organizações e não, simplesmente, patrocinar um projeto isolado.
Os candidatos terão que apresentar um plano de aplicação dos recursos (R$ 120 mil por organização), que será julgado de acordo com os seguintes critérios: acesso (o plano deve contemplar o máximo de atendimentos de forma gratuita, priorizando os pacientes mais necessitados); viabilidade (a proposta de ação deve respeitar um prazo máximo de 12 meses entre a alocação de recursos e a concretização do plano técnico); sustentabilidade (a organização deve prever um plano de continuidade par as ações viabilizadas pelos recursos advindos do edital); custo-benefício (as propostas devem visar sempre o maior potencial de impacto pelo menor aporte de recursos, de modo a maximizar os resultados da ação); excelência (as organizações devem apresentar histórico de atuação sólido, alta capacidade organizacional e de gestão de recursos); mobilização (desejável que as organizações sejam competentes na mobilização de apoiadores e multiplicadores das ações que empreende); clareza (o plano apresentado deve ser claro e objetivo, tanto do ponto de vista estratégico, quanto da viabilidade técnica e orçamentária); e relevância (fundamental importância considerar a importância do plano dentro do contexto social em que se insere).

As etapas de processo seletivo consiste em: 1) triagem e análise das propostas – após uma primeira fase, em que serão eliminadas as organizações que não cumprirem os requisitos básicos (acesso gratuito, atendimento direto e documentação em dia), todas as inscrições receberão uma pontuação, de acordo com os critérios descritos na seção “Quem pode participar”; 2) comitê de especialistas – um grupo de notáveis do setor de saúde analisará as 30 ONGs melhor pontuadas e formará um ranking; e 3) comitê CUIDAR+ e executivos da RD e da Editora MOL analisarão o ranking indicado pelos especialistas e nomearão os 10 vencedores. Em seguida, os nomeados serão encaminhados para a etapa de contratação.

Quem ganhar irá receber apoio financeiro, ajuda técnica, endosso institucional e visibilidade. Na parte financeira, é estimado em R4 120 mil por organização com possibilidade de variar para mais ou para menos, de acordo com a arrecadação da revista Sorria (já que os recursos do edital serão equivalentes a 50% da renda líquida da revista entre março e 2018 e fevereiro de 2019). Já no lance técnico, será oferecido oficina de capacitação realizada pela área de captação de recursos do GRAACC, uma ONG beneficiada com os demais 50% da arrecadação da Sorria nesse período. Também receberá o selo CUIDAR+, com a chancela dos realizadores do edital. Em relação à visibilidade, também terá a apresentação das organizações vencedoras na própria revista Sorria, a publicação mais vencida de forma avulsa no Brasil – mais de 200 mil exemplares por edição.

Clique aqui para acessar o regulamento completo: https://goo.gl/7DkTSE

Em caso de dúvidas, podem escrever para: cuidarmais@rd.com.br
Link: http://www.editalcuidarmais.prosas.com.br/

COMPARTILHAR