Edital a organizações do RJ e SP com ações de enfrentamento à COVID-19

16 organizações sociais dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo serão beneficiadas.

Foto de duas mulheres colando post its em planejamento grudado na parede.
As iniciativas serão contempladas com um aporte emergencial de R$ 20 mil e mentorias on-line nas áreas de gestão estratégica, negócios e inovação, durante o período de cinco meses. (crédito da imagem: divulgação Instituto Ekloos)

O Instituto Neoenergia, em parceria com o Instituto Ekloos, lançam a segunda edição do programa de Aceleração Social Impactô. Nesta edição, o programa será dirigido às organizações sociais que estão mobilizadas no enfrentamento ao coronavírus, em comunidades do Rio de Janeiro, da periferia de São Paulo e nas cidades de Francisco Morato (SP), Caieiras (SP), Franco da Rocha (SP) e Vale do Ribeira (SP). As inscrições vão até 01º de junho.

O edital do Impactô irá selecionar 16 organizações sem fins lucrativos e negócios de impacto, oito do Rio de Janeiro e oito em São Paulo, considerados foco da pandemia e onde ficam a sede da Neoenergia e áreas de distribuição da Elektro. As iniciativas serão contempladas com um aporte emergencial de R$ 20 mil e mentorias on-line nas áreas de gestão estratégica, negócios e inovação, durante o período de cinco meses.

Ao final do programa, as organizações participarão de uma banca de investimento, podendo receber um incentivo adicional de até R$ 45 mil reais.

O Impactô pretende potencializar iniciativas, projetos e negócios, para que as organizações possam se desenvolver, aperfeiçoar seus processos de gestão e maximizar o seu impacto social. Serão R$ 410 mil destinados diretamente ao terceiro setor, por meio das ajudas emergenciais às organizações e os recursos da banca de investimento, além da capacitação de 80 gestores, cinco de cada uma dessas 16 organizações.

O Impactô soma-se a outras duas ações do Instituto Neoenergia no combate à pandemia, que totalizam R$ 2,17 milhões em recursos, distribuídos entre a capacitação de ONGs, o fortalecimento de empreendedores locais e a garantia da segurança alimentar às populações vulneráveis nos estados do Rio Grande do Norte, Bahia, Pernambuco, São Paulo e Rio de Janeiro, junto a outros dois parceiros: a Associação Transforma Brasil, com o Fundo Transforma, e o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (CIEDS), com o projeto Pessoas e Negócios Saudáveis.

Acesse aqui o site da iniciativa: www.ekloos.org/impacto

*Notícia atualizada no dia 19 de maio de 2020.