Economia colaborativa: parcerias são a base desse modelo de negócio

Economia colaborativa: parcerias são a base desse modelo de negócio
Gustavo, do projeto Baobbá Lab, foi um dos casos apresentados no evento

Financiamentos coletivos para realizar projetos individuais, compartilhamento de veículos ou espaços, troca de objetos como livros e roupas são ações que crescem cada vez mais com a ajuda da tecnologia.

Muita gente não sabe, mas o nome desse movimento é economia colaborativa (também conhecida como economia compartilhada).

A partir dela é possível lucrar prestando serviço nas horas vagas, com o aluguel de uma furadeira ou de uma batedeira que estão guardados no armário e ainda economizar ao alugar uma ferramenta ou um vestido de festa usados.

Essa forma de utilizar a internet para fomentar negócios baseados no compartilhamento entre as pessoas tem ganhado força também no mundo corporativo.

Segundo a revista Forbes, só em 2014, os empreendimentos colaborativos movimentaram mais de 110 bilhões de dólares em todo o mundo.

Nesse cenário, a economia colaborativa promove parcerias entre empresas ou organizações com interesses e necessidades comuns promovendo a troca de serviços, produtos e conhecimentos.

Empresa livre

Gustavo Tanaka é um exemplo desse modelo de empreendedorismo. É fundador do projeto Baobbá Lab que ele chama de empresa livre – um sistema de estrutura horizontal que reúne startups de diferentes áreas buscando trabalhar de forma colaborativa.
“Com o apoio de outros empreendedores eu consegui tirar os sonhos que eu tinha do papel e transformar em realidade. A gente criou uma empresa que reúne os projetos que cada um tem. É uma maneira mais leve de se trabalhar e uma relação mais justa”, explica.

Em palestra do 44º Café da Rede Mulher Empreendedora realizada, em 18 de março, no Auditório Nobre do Senac São Paulo, na capital, Gustavo compartilhou essa experiência com o público.

*Confira a notícia na íntegra no site do Portal Senac São Paulo.


Texto:  Juliana Lopes Romão Campos, da redação do Portal Senac SP*
Data original de publicação: 12/04/2016