Desafio Start-Ed: Tecnologias para Transformar a Aprendizagem

A iniciativa é um programa realizado pela Fundação Lemann e a Universidade Columbia em parceria com a Artemisia.

edital-star-tecnologias-educacao
O edital é voltado para empreender produtos ou serviços no setor da educação. (Crédito da imagem: divulgação)

Empreendedores em educação podem se inscrever ao Desafio Start-Ed: Tecnologias para Transformar a Aprendizagem até dia 10 de setembro. O programa irá identificar, selecionar e apoiar 12 empreendedores em educação que formarão times com estudantes da Universidade Columbia. Eles serão preparados para desenvolver ideias que solucionem desafios relacionados a um de três temas relevantes para a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Procura-se programas com interesse em empreender produtos ou serviços no setor da educação. Os critérios de avaliação na escolha são: em competências empreendedoras – autonomia, iniciativa, visão de futuro, abertura para feedback, trabalho em equipe e liderança; em experiência/histórico: formação acadêmica e qualificações, experiência profissional, conquistas e talentos, capacidade de entrega e conexão com educação; em alinhamento com o programa – comprometimento com impacto (modelos que podem alcançar a todos, interesse em solucionar desafios associados aos três temas da educação propostos, inglês intermediário/avançado (suficiente para acompanhamento das atividades e interações com demais participantes e convidados), passaporte e visto para os EUA válido, e disponibilidade para participar de todo o programa (outubro/2017 a maio/2018).

A iniciativa possibilita que todos os participantes receberão mentoria e serão conectados com as redes da Fundação Lemann, Universidade Columbia e Artemisia. Também é interessante deixar sua marca na educação com as oluções desenvolvidas pelos participantes poderão contribuir para a garantia de uma eduação de qualidade para todos os alunos do Brasil. Já a formação de time, os 12 participantes brasileiros serão conectados entre si e com estudantes de Columbia para que, juntos podem criar soluções tecnológicas escaláveis, sustentáveis e inovadoras em educação.

Também terá uma semana em Columbia, em que o programa promoverá uma série de encontros presenciais para o desenvolvimento das soluções, e um deles será uma imersão de uma semana de atividades, como workshops de design thinking e visitas a empresas de edtech locais, na Universidade Columbia, em Nova York (EUA).

O prêmio final para as melhores soluções desenvolvidas no programa receberão até US$25.000.

Os três temas do Desafio envolvem: defasagem escolar, educação inclusiva, participação ativa de pais e responsáveis na aprendizagem dos alunos. A capacitação prepara os empreendedores para desenvolver ideias com soluções relacionadas a um dos temas citados para a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Clique aqui para conhecer o regulamento e se inscrever:
http://www.fundacaolemann.org.br/start-ed/