Campanha pretende inserir mobilidade ativa das eleições

A ideia central é que os candidatos possam se comprometer para contribuir com melhoria da qualidade de vida dos cidadãos para deslocamento por modos não motorizados.

Inserir a pauta da moblidade a pé e por bicicleta no debate eleitoral e garantir o compromisso das candidaturas com políticas públicas que melhorem as condições para estes deslocamentos é o que propõe a campanha Mobilidade Ativa nas Eleições, lançada por iniciativa da União de Ciclistas do Brasil (UCB), Sampapé! e Grupo de Estudos em Transportes da Universidade Federal do Paraná (GET-UFPR).

O projeto, que havia sido realizado em eleições anteriores apenas com foco em políticas para a inserção da bicicleta, dessa vez reúne a organizações de mobilidade a pé. A ideia é discutir e apresentar propostas às candidaturas e pressioná-las a aderir a compromissos que possam de fato melhorar a qualidade de vida de milhões de brasileiros que se deslocam por modos não motorizados.

A campanha procura incidir nas eleições estaduais e presidencial com o apoio de organizações de todo o Brasil. No caso da eleição presidencial, cidadãs, cidadãos e organizações ligadas à Mobilidade Ativa podem colaborar, por meio de formulário on-line, com a construção de uma carta compromisso que será enviada aos presidenciáveis. As contribuições serão recebida pelo link https://goo.gl/WYEyMT até o próxima terça-feira, dia 7 de agosto. Caso queiram enviar alguma sugestão ou informação adicional, podem mandar para o e-mail: mobativaeleicoes@gmail.com

Já para as eleições nos estados, a campanha convida organizações que atuam pela mobilidade ativa a criar grupos de trabalho para incidir na discussão de programas de governo e nos debates eleitorais nas candidaturas ao governo do Estado, Assembleia Legislativa estadual, Câmara dos Deputados e Senado Federal. Para ajudar as organizações a alcançar os melhores resultados, a equipe da campanha oferece suporte de materiais base para a elaboração de cartas-compromisso e desenvolver estratégias de divulgação.

Para participar, as organizações interessadas devem se inscrever no site da campanha Mobilidade Ativa nas Eleições. Não é necessário que a organização esteja formalizada para participar da iniciativa. A coordenação da campanha destaca que a incidência sobre as eleições estaduais é mais eficiente quando organizações de diferentes cidades trabalham juntas – e por isso incentiva e auxilia a coalizão entre elas.

Para mais informações, acesse o site: http://mobilidadeativanaseleicoes.org.br/

COMPARTILHAR