Campanha de crowdfunding contribui com a aldeia Krenak, população atingida pela tragédia do Rio Doce em Minas Gerais

Aerea-KrenakNo final do ano de 2015, o Estado de Minas Gerais ficou por um tempo nas manchetes dos principais veículos do país por causa do rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, que resultou numa enxurrada de lama e inundou várias casas em Mariana, no centro de Minas Gerais.

Após mais de um ano desse trágico episódio, Instituto Welight, Osklen e Instituto-E lançam campanha de crowdfunding chamada Uatu Ererré. A proposta é contribuir com a recuperação dos recursos naturais da terra indígena do povo Krenak e da sua cultura impactada por esse acidente.

IMGL0759_1Os interessados podem contribuir com qualquer valor e cada colaborador da iniciativa terá seu nome na área de agradecimentos do site do Instituto Welight. Cada R$ 180 possibilita uma camiseta exclusiva assinada pela Osklen, confeccionada em algodão natural e estampada com o mapa dos rios do Brasil. Esse produto é um presente exclusivo para quem participar da campanha e não estará à venda nas lojas, apenas no site do Instituto: www.instituto.welight.co

Esse projeto é dividido em oito fases e totaliza um custo de R$ 433 mil. Sempre que o valor necessário para execução de uma das etapas propostas no projeto é captado, a ação é iniciada imediatamente, mesmo que a campanha ainda não tenha chegado ao fim, de modo a dar maior celeridade ao projeto. O orçamento é aberto e os doadores e o público podem acompanhar o andamento, etapa por etapa.

Os recursos serão implementados da seguinte forma: estudo para avaliação ambiental e relatório técnico no valor de R$ 25.000,00; Projeto de Educação Ambiental por R$ 25.000,00; cercamento das nascentes – R$ 15.000,00; enriquecimento de áreas já cercadas – R$ 120.000,00; criação de agrofloresta – R$83.000,00; perfuração de poço com malha hídrica e bombeamento – R$ 65.000,00 e construção do açude (com estudo topográfico e sondagem)– R$ 100.000,00.

apenas-para-WEB-Drone-01
É interessante pontuar que os Krenaks são uma das populações ribeirinhas mais impactadas pela tragédia do Rio Doce. Atualmente eles estão sem água para beber, não conseguem nadar, nem ensinar as crianças a andar, pescar e realizar seus rituais a beira das águas. Há possibilidade de reflorestar as nascentes com a plantação de 75 mil árvores, construção de um poço e um grande açude.

Serviço:

Interessados em contribuir podem acessar: https://goo.gl/LnXZpc

https://www.facebook.com/welight.brasil/


Data de publicação: 23/02/2017
Crédito do texto: Da Redação