Artemisia e Facebook contribuem em negócios inovadores

As propostas precisam ser soluções tecnológicas que usam dados para gerar mudanças políticas na sociedade.

Os interessados em fazer parte do primeiro centro para inovação criado pelo Facebook podem se inscrever para a primeira turma de aceleração da Estação Hack. A startup precisa usar a inteligência de dados para o bem da sociedade. As inscrições vão até dia 29 de outubro.

Serão escolhidas até 10 startups para um processo intensivo de aceleração dentro da Estação Hack – primeiro centro para a inovação criado pelo Facebook no mundo. O programa terá duração de seis meses e irá impulsionar empreendedores e empreendedoras com soluções tecnológicas que tenham alto potencial de gerar impacto social em larga escala, por meio do uso de dados.

Os negócios inovadores precisam apresentar soluções relacionadas com: empregabilidade, educação, segurança de dados, engajamento cívico, serviços financeiros e microempreendedorismo.

Os empreendedores podem expressar suas ideias de maneira clara e objetiva, mostrando quem é você e o que você está fazendo de forma clara. Os avaliadores procuram entender o que sua empresa está fazendo ou quer fazer. Por isso é fundamental fornecer informações baseadas em situações reais, de forma pragmática, e explicar o que seu produto ou serviço vai realmente oferecer.

Outra questão importante é que o problema tem que ser relacionado com a sua ideia. Na descrição do problema que seu produto ou serviço propõe resolver, seja específico, não se foque apenas em mostrar o tamanho do problema, mostre-o. É importante mostrar o impacto no indivíduo, na vida das pessoas e/ou de seus usuários. Os dados e argumentos precisam dialogar com a solução. Se for embasar suas respostas com dados, necessário inserir as fontes dessas informações.

Outras sugestões para descrever sua proposta são: ser específico, mostrar quem você e ser verdadeiro. A equipe avaliadora considera muito uma equipe consistente, apresentando suas competências e a paixão envolvida para executar o que propõe. A transparência e a autenticidade são características bem valorizadas.

Os selecionados serão residentes da Estação Hack por seis meses e terão acesso a ferramentas inovadoras, com conteúdos exclusivos, conexão com outros empreendedores empreendedores e mentorias com especialistas de negócio, impacto social e tecnologia.

Mais informações sobre os critérios, benefícios e eixos da iniciativa, acesse o site: www.artemisia.org.br/aceleradoraestacaohack

Caso ainda tenha alguma dúvida, fique a vontade para entrar em contato pelo e-mail: artemisia@artemisia.org.br