Abertura da Conferência Ethos 360° ressaltou a intolerância em diferentes situações de conflitos

O clima de intolerância é geral e esse tema também foi central na abertura da Conferência Ethos 360° na última terça-feira, no Golden Hall do World Trade Center São Paulo. O tema foi #EthosIntegridade. Celina Carpi, presidenta do Conselho Deliberativo do Instituto Ethos, comentou sobre o Estatuto da organização e a importância do compromisso com a ética. “Tem que ser real. A credibilidade está em tudo isso, na efetividade do que está sendo falado”, afirmou.

Ela lembrou ainda sobre as situações de conflito que estão aumentando e as posições de intolerância presentes nos diferentes debates. “Estamos vendo vários conflitos de diversos grupos religiosos com posturas extremadas e a situação de inúmeros refugiados”.

Fausto De Sanctis, desembargador do Tribunal Regional Federal, enfatizou que em vários países a impunidade não está sendo mais aceita. “Há de ser combatida a todo custo. A própria delação premiada sempre existiu e teve aqui no Brasil. Seria material desde que tivesse bom senso”.

O palestrante ainda ressaltou que não é declarada como inconstitucional. “Precisamos ver como essa lei irá chegar em outros países e adotar a pena estabelecendo a objetividade coletiva”. Para ele, o momento atual é bem oportuno e o combate à corrupção melhorou.

Ele ainda questionou o porquê se estabelece a responsabilidade de alguns casos. Para o desembargador, é importante focar nas vítimas que sofreram o dano, se elas não colaborarem nessa busca pela correção e licitude. Também perguntou: “Essas instituições estão funcionando? Estamos agora com as varas especializadas e notamos um pouco mais de eficácia na justiça. Melhorou, mas temos que ter permanente vigilância”, sinalizou.

Celina ainda reforçou a intolerância mundial da impunidade sem processos de responsabilização claros. “O Brasil está mostrando maturidade nesses processos”, afirmou. Por outro lado, o desembargador comentou que as lideranças empresariais têm que ter tolerância zero para suas relações e é necessário ter esse olhar devido o momento em que vivemos dentro das empresas. “Não existe relação saudável dentro de uma empresa doente”, ressaltou.

A presidenta do Conselho Deliberativo do Instituto Ethos ainda ressaltou a importância dos debates da 17ª edição da Conferência Ethos por contribuir na construção de uma sociedade mais justa e ética. “Espero que vocês saíam com energia e força renovadas para lutar por um Brasil melhor a todos”.

O evento

Nos dias 22 e 23 de setembro, a Conferência Ethos 360° reuniu diferentes especialistas da área de responsabilidade social, de empreendedorismo e de negócios inovadores e sustentáveis. Com um formato diferenciado, todos os debates dividiram um amplo espaço sem paredes. Os participantes tinham que usar fone de ouvido e sintonizar na palestra de seu interesse. Os temas abordados nos debates foram: integridade, combate à corrupção, progresso social, desenvolvimento, diversidade, liderança, conservação do meio ambiente, juventude, gênero, ações colaborativas, big data, inovação, captação de recursos, resíduos sólidos, entre outros. Confira aqui: http://www.ce2015.org/


Site da Conferência Ethos 360°: http://www.ce2015.org/

Confira cobertura do Portal Setor3:

Apesar da crise, diferentes especialistas defenderam boas oportunidades para empreender na Conferência Ethos 360°

Juca Kfouri debate corrupção no futebol com outros convidados na Conferência Ethos 360º

Iniciativa de empreendedorismo social contribui para indústria têxtil mais sustentável

Desemprego entre jovens provocará prejuízos a longo prazo , segundo especialistasna ConferênciaEthos 360°

Representante da Walt Disney Company contou como incentivar e inspirar pessoas em prol da sustentabilidade na Conferência Ethos 360°

Palestrantes defendem que diversidade de profissionais contribui para saídas inovadoras em empresas

Diretor do Pnuma fala sobre a agenda de desenvolvimento pós-2015


Data original de publicação: 25/09/2015