776 milhões de alunos fora da escola, segundo Unesco

Por causa do avanço do coronavírus, órgão da ONU valoriza ferramentas de aprendizagem a distância.

Foto de cadeira de escola vazia em sala vazia.
Notícia do Porvir oferece plataformas com kits de ferramentas para apoiar instituições de ensino com aulas a distância. (crédito da imagem: Unesco)

100 Estados fecharam centros educacionais de forma parcial ou total e pelo menos 85 países fecharam escolas em todo o território para tentar conter a disseminação do novo coronavírus, segundo análise da Unesco. Essa medida impactou mais de 776,7 milhões de crianças e jovens.

Evento virtual sobre soluções de ensino a distância reuniu governos de 73 países. A UNESCO mostrou seu apoio ao aprendizado a distância e inclusivo. O dirigente do órgão ainda recomendou a importância do vínculo com os alunos e a estratégia de cada professor, seja adaptada à circunstância do país e de sua turma.

O órgão defende ainda medidas para reduzir impactos no sistema de educação e facilitar a continuidade do aprendizado, principalmente aos mais vulneráveis.

Esse encontro virtual contou com os Ministérios da Educação dos países afetados e preocupados em garantir meios alternativos de aprendizado a crianças e jovens, com seus ministros e vice-ministros. Os temas discutidos foram: ajuda para preparar e implementar soluções de aprendizado a distância e de forma inclusiva, experiências e recursos digitais para abrir oportunidades a mais alunos sem grandes custos.

A UNESCO incentiva plataformas de aprendizagem para apoiar a continuidade das aulas sem afetar o currículo local, parcerias para educação a distância e acompanhamento global de escolas e dos alunos afetados.

O órgão a ONU ainda chama atenção que o fechamento das escolas, mesmo que
temporário, traz um alto custo social e econômico. Na área da nutrição, por exemplo, muitos menores ficam sem a alimentação que a escola oferece. Os pais com limitações às ferramentas digitais podem sofrer com esta falta de acesso. Além disso, aponta que vários menores também podem ter maior exposição a comportamentos de risco ficando sozinhos em casa.

Leia aqui conteúdo de Marina Lopes, do site Porvir: Plataformas liberam recursos para escolas fechadas durante pandemia do coronavírus: https://bit.ly/2UreVWa