3º edital contribuirá com cerca de 60 iniciativas

Podem se inscrever grupos liderados por mulheres negras com origem e atuação em territórios periféricos da cidade de todo o Brasil.

Imagem com fundo predominantemente verde e conta com detalhes em azul-claro, rosa e lilás. Há, no cabeçalho, os logos da Fundação Tide Setubal, comemorativo aos seus 15 anos, e do TikTok. Mulher negra aparece ao centro com o logo da terceira edição do edital Elas Periféricas e consta, logo abaixo, na cor branca, a mensagem "Inscrições abertas"
Cada iniciativa receberá até R$ 20 mil. (crédito da imagem: divulgação)

Na terceira edição do edital Elas Periféricas, realizada em 2021 em parceria com o TikTok, a Fundação Tide Setubal apoiará cerca de 60 organizações coordenadas por mulheres negras – cisgêneras ou transgêneras – e cada uma receberá até R$ 20 mil. No total, o projeto colocará R$ 1,2 milhão para apoiar as periferias de todo o Brasil. As inscrições irão até 7 de abril.

O objetivo da edição 2021 desse edital é fomentar o fortalecimento institucional de organizações e coletivos liderados por mulheres negras e periféricas de todos os Estados do país. A ideia é contribuir para potencializar o desenvolvimento das periferias urbanas brasileiras, ou contextos periféricos urbanos em que elas estão inseridas.

As iniciativas devem ser diretamente administradas e realizadas pelas pessoas que as compõem. Essas ações também não poderão ter fins lucrativos.

Lançado em 2018, o edital Elas Periféricas é voltado à potencialização de iniciativas lideradas por mulheres negras que têm atuação em áreas periféricas de São Paulo e causam efeitos transformadores nos seus respectivos territórios. O edital está alinhado à diretriz de fomento ao fortalecimento das organizações e das lideranças periféricas, que destaca a importância do foco em projetos que priorizem gênero, raça e território.

O valor a ser repassado virá do TikTok e da campanha #SouDona, embalada pelo hit Dona de Mim, de IZA, e que conta com participações das cantoras Marvvila, Urias, Majur, Mariah Nala, Lauana Prado e Negra Li na versão repaginada para a iniciativa. As artistas doaram o cachê para esta nova edição do edital Elas Periféricas.

O processo de inscrição se dá pelo preenchimento do formulário de inscrição com o seu projeto no site da Fundação. Em seguida, serão escolhidas 60 iniciativas para análise da equipe curadora do projeto. E, por fim, as ações selecionadas receberão apoio financeiro, mentorias nos âmbitos administrativo, financeiro, comunicacional e psicológico.

Para participar dessa iniciativa, acesse o site da Fundação Tide Setubal para se inscrever ao edital e saber mais informações: http://bit.ly/edital-elasperifericas